08/03/2017

Ser mulher

Ana Carolina Carvalho

Um dia especial, de marco, luta, lembranças. Dia em que comemora-se o fato de "ser mulher". Me pergunto: e se não houvesse no calendário o dia 08 de março como dia internacional da mulher, se as lutas e as conquistas não tivessem sido marcadas com essa data, será que ainda assim haveria os "parabéns pelo seu dia" ?

O parabéns deve ser diário e isso acontecerá  quando se respeitar a capacidade intelectual da mulher valorizando-a e portanto pagando um salário justo e condizente com a função que ela ocupa no mercado de trabalho. Ele, o parabéns, virá de verdade quando as piadas de "é mal comida", "tá estressada? vai lavar uma trouxa de roupa que passa" , "essa aí não serve nem pra receber cantada de pedreiro" cessarem.

É um dia de reflexão. Dia de lembrar que as mulheres foram em pleno século XXI acusadas de serem estupradas. Sim! Pois disseram que "a mulher que usa roupa curta está pedindo para ser violentada" #oremos

Hoje também é dia de agradecer ter nascido mulher, poder gerar vida, ser delicada, sensível e gostar disso ou ser mais fria e também gostar disso.
Ser mulher é gostar de futebol e falar palavrão no estádio, ou não gostar e preferir aulas de dança e não falar palavrão ou fazer as duas coisas e deixar o palavrão pra depois, ou não.

É uma semana querer se maquiar e na outra decidir que não quer mais usar maquiagem. É investir em tratamento estético ou não dá a mínima.

Nenhuma mulher é igual. Tentar descrever é limitar. 

Existem as mulheres que falam com voz de neném, as que tem a voz grave e as roucas; existem as loiras, ruivas, morenas, carecas; existem as de cabelo azul, rosa ou tudo misturado.

Existem as que bebem, as que fumam, as que fazem as duas coisas e as que detestam tudo isso. Existem as que acreditam em Deus, as que não acreditam, as que acreditam em energia, as que pertencem ao Candomblé, Umbanda ao Espiritismo...

Existem as que fazem parte ativamente da política as que pouco se interessam. Existem as que amam doce e outras que detestam.

Mulher é um ser plural. 

Algumas mudam pouco durante toda a vida outras mudam todos os dias.
Tem mulheres que se engajam em causas outras querem cuidar só de si, outras da família.

Cada uma a seu modo! Ser mulher é ser humano ( Segundo o dicionário Humano é uma palavra com origem no latim humanus e designa o que é relativo ao Homem como espécie) e por isso merece todo respeito, igualdade e justiça.

Ser mulher é ser presente de forma literal.

Comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Ana Nívia da Silva9 de março de 2017 15:49

    Que Lindo!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo, Carolzinha! Somos seres plurais!

    ResponderExcluir
  3. Admirando ainda mais, esses textos nos leva a reflexão, transmite uma ternura e firmeza na perspectiva de elevar o debate de forma sofisticada. Parabéns, Carol.
    Rodrigues Lima.

    ResponderExcluir



© Podia ser cor de rosa • Ilustração por Juliana Rabelo Desenvolvimento com por